1° de janeiro de 2016

Com profundo respeito e temor a Deus, eu digo que Deus é o Criador de cada um de nós. No início, antes da Criação de todo o Universo, no paraíso, Deus dividiu Seu próprio ser e nos concebeu como espíritos divinos para conferir o status de “Messias”, ou “filho de Deus”, a todos nós – à humanidade. Posteriormente, cada um de nós foi enviado à Terra, como portadores do próprio espírito de Deus, na época e local corretos determinados por nosso Pai Celestial.

Deus também enviou Meishu-Sama à Terra. Guiado pela vontade divina e com sua devoção a Deus, Meishu-Sama conseguiu nascer de novo como um Messias durante sua vida terrena e alcançou o status de filho de Deus. Deus cumpriu Seu propósito da Criação fazendo com que nascesse um filho Seu, Meishu-Sama, e tornou-Se seu Pai. Tornar-se Pai é para Deus uma alegria e glória indescritíveis.

Neste dia de Ano Novo, eu, junto com todos os senhores, fiéis do Japão e do exterior, gostaria de receber e devolver essa glória a Deus e, humilde e sinceramente, parabenizar Deus e Meishu-Sama por sua alegria.

A alegria de Deus está dentro de nós. Deus impregnou tudo e todos dessa alegria de Se tornar o Pai de Meishu-Sama. Deus está agora nos orientando e formando para que, como pessoas ligadas a Meishu-Sama, também possamos alcançar o status de filhos de Deus – de Messias. Transbordante de gratidão a Deus por Sua orientação e formação, eu, junto com todos os senhores, gostaria de externar nossos desejos de um feliz ano novo a Deus, nosso Pai.

Feliz Ano Novo!

.

Acredito que todos nós, sem exceção, buscamos a felicidade nessa vida e achamos que o bem-estar mental e físico, ou ter saúde em geral, é essencial para se alcançar a felicidade. Eu também vivo minha vida assim. Ter saúde, é claro, é tão importante em nossas vidas.

Porém, à medida em que buscamos nosso bem-estar mental e físico, passamos a ter uma visão superficial das coisas: demos tanta importância à limitada vida física que nos esquecemos da vida eterna e espiritual que existe em nosso interior.

Eu gostaria de lhes apresentar dois poemas estilo tanka, compostos por Meishu-Sama.

Sempre lembrem-se da seguinte verdade:

Os seres humanos são criados por Deus;

Nós, seres humanos, não temos qualquer participação na criação da humanidade.

.

Saibam o seguinte, meus seguidores:

Deus, e não vocês, é o Pai e Senhor de sua vida.

Sua vida está nas mãos de Deus.

Quem seria capaz de questionar essa verdade, que nós, seres humanos, somos criados por Deus e que nossa vida a Ele pertence? Sabemos que todas as criações de Deus e coisas que pertencem a Ele durarão para sempre e estão preenchidas com Sua vida. Se nossa vida está preenchida com a vida de Deus, ela perdurará por toda a eternidade.

Mas lembrem-se do quanto nossa visão se tornou superficial e de quanta importância demos ao mundo físico, à nossa vida física. Sem perceber isso, nos distanciamos de Deus e pecamos. Isso precisa ser corrigido. Agora precisamos confessar esse pecado a Deus, pedir Seu perdão através de Meishu-Sama e ansiar por aceitar nossa vida como a vida eterna de Deus. Juntos, vamos pedir Seu perdão:

Senhor Deus, Pai de todos nós, eu furtei a vida que o Senhor me deu e a possuí como se fosse minha. Em nome do Messias Meishu-Sama, perdoe esse meu pecado e me acolha em Seu paraíso. Se for Sua vontade, gostaria de devolver minha vida ao Senhor e receber Sua vida eterna como minha nova vida.

Meishu-Sama nos ensinou que temos a vida eterna dentro de nós. Alguns de nós talvez pensem que nossa vida é eterna através da reencarnação. Mas isto está errado. A única forma pela qual nossa vida pode ser eterna é através do reconhecimento de que ela pertence a Deus. Afinal, só existe uma única entidade que possui a qualidade de eternidade: Deus. Que aceitemos nossa vida como sendo de Deus, nos tornemos Seus filhos e nasçamos de novo como Messias; é assim que obteremos a vida eterna. Essa é a única forma. Meishu-Sama também confirmou isso pouco menos de um ano antes de falecer.

Em junho de 1954, enquanto sofria com intensas dores causadas por um derrame cerebral, Meishu-Sama anunciou que havia nascido de novo como um Messias e disse claramente que alcançar o status de Messias era diferente de uma reencarnação.

Nessa ocasião, ele também disse, “De minha parte, estou ficando muito mais jovem”. Ele não proferiu essas palavras porque estava se recuperando do derrame. Ele disse isso enquanto ainda estava sofrendo das dores agudas causadas pelo derrame, aos 71 anos de idade. O que os senhores acham que isso significa? Eu acredito que isso significa que nós, seres humanos, não somos seres cuja existência termina com a morte física. Ao contrário, somos seres que podem crescer espiritualmente e eternamente se aceitarmos nossa vida como sendo a vida do Deus eterno.

Essa missão de nascer de novo como um Messias não é exclusiva de pessoas especiais como Meishu-Sama. Essa é a missão de cada um de nós também. Nossa missão como seres humanos é nos tornar filhos de Deus e alcançar o status de Messias. Por isso, acredito, Meishu-Sama adicionou o trecho “de minha parte” ao declarar que havia nascido como um Messias.

Ele queria que compreendêssemos que “de nossa parte” ainda temos uma missão a cumprir – receber Deus como nosso Pai e obter a vida eterna. Agora, Meishu-Sama está perguntando a nós: “De sua parte, você já recebeu a vida de Deus e se tornou mais jovem?” Para aqueles que gostariam de se ligar ao Messias Meishu-Sama e receber a vida eterna de Deus, vamos juntos responder a essa pergunta falando, em voz alta ou mentalmente:

Estando ligado ao Messias Meishu-Sama, de minha parte já fiquei muito mais jovem!

Com Seu grande amor, Deus quer que todos nós, toda a humanidade, nos tornemos Seus filhos, e que Ele Se torne nosso verdadeiro Pai. Deus está agora fazendo essa obra progredir ininterruptamente, dentro de cada um de nós.

Em nome de Meishu-Sama, eu, junto com todos os fiéis de todo o mundo, gostaria de agradecer a Deus por Seu amor e louvar nosso Pai Celestial do fundo do meu coração.

This post is also available in: Inglês