Ministro Claudio Cristiano Leal Pinheiro

Presidente da Igreja Messiânica Mundial de África

Bom dia a todos!

Os senhores estão a passar bem?

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer, do fundo do coração, pela dedicação incansável de cada um dos senhores em prol da expansão da Obra Divina em Angola e por todo o continente africano.

Tive a permissão de me deslocar à sede geral de nossa igreja no Japão, onde participei do culto do dia 04 de fevereiro.

O culto teve a participação de Kyoshu-Sama e foi muito emocionante receber o Johrei ministrado por ele e escutar sua orientação e a do nosso presidente mundial Reverendo Kobayashi, representando todos os senhores.

Tive a permissão de relatar nossas actividades aos nossos superiores e receber bastante força para avançarmos com as actividades de difusão mundial a partir da África.

Através da troca de experiências com Ministros e Reverendos, pude reconfirmar como é importante nosso esforço para alinharmos nosso Sonen com o do Messias Meishu-Sama através do esforço sincero de querer praticar as orientações de Kyoshu-Sama e do presidente Kobayashi.

Tenho recebido os relatórios das actividades realizadas diariamente por toda a África e sempre me emociono ao ver como a vida de milhares de famílias está a se transformar para melhor graças à prática do amor altruísta de cada um dos senhores. Vamos dar continuidade nas campanhas de limpeza, distribuição de flores e montagem das hortas caseiras. Parabéns a todos por também estarem a se empenhar na plantação de árvores junto com as hortas. Nossos bairros precisam ser cada vez mais arborizados, ter flores nas ruas, ter limpeza e beleza para nos lembrar do nosso paraíso interior.

Quando falamos de juntos retornarmos ao nosso paraíso interior, como pessoas ligadas ao Messias Meishu-Sama, de nascermos de novo como verdadeiros filhos de Deus, como Messias, acredito que o primeiro passo para isso é aprofundarmos cada vez mais no Johrei e na gratidão.

Meishu-Sama disse que no século 21, todos os infortúnios do mundo seriam eliminados através do Johrei. Essa energia do Johrei é a luz do supremo Deus, a força que comanda o universo. Todo o trabalho da força negativa será no sentido de não ministrarmos, nem recebermos Johrei.

Não podemos ter vergonha, nem preguiça de ministrarmos Johrei. A prática do Johrei com a leitura dos ensinamentos nos qualificarão para sermos utilizados pelo supremo Deus e o Messias Meishu-Sama na prática do donativo, encaminhamento, distribuição de flores, expansão das hortas caseiras, dedicação de limpeza, etc.

Experiência ocorrida na República do Benin

Um jovem de 21 anos conheceu a nossa igreja no Benin.

Ele ficou órfão de pai e mãe aos seis anos de idade, foi criado pela avó até ela falecer , quando ele estava com 17 anos. A partir daí, começou a viver de casa em casa até que acabou por viver na rua, onde pedia esmolas para poder se alimentar.

Um amigo falou sobre nossa igreja e, juntos, andaram seis quilômetros até a casa de um membro nosso.

Ao chegar lá, o jovem ficou decepcionado, pois não acreditou que aquela pessoa pudesse mudar a sua vida. Mesmo assim, recebeu Johrei e foi-lhe oferecida uma flor de luz. O membro orientou-o a fazer a Prática do Sonen, cultuar seus Antepassados e vir receber Johrei diariamente.

Ele obedeceu e, após três dias de prática, recebeu uma proposta de emprego. Começou a trabalhar e continuou com a prática. Após cinco dias, recebeu mais duas propostas de emprego! Ficou impressionado e, como não podia trabalhar nos três locais, ofereceu os empregos para seus amigos que se encontravam desempregados. As pessoas que lhe conheciam ficaram maravilhadas com as mudanças em sua vida e ele já teve a permissão de encaminhar cinco pessoas à igreja, que já estão a frequentar.

Começou a praticar o dízimo e recebeu o Ohikari agora no final de janeiro.

.

A mudança no destino desse jovem começou com o primeiro Johrei recebido e com a continuidade das práticas básicas da fé.

Ninguém dedica com nada que é seu! Dedicação é sinônimo de gratidão!

O supremo Deus e o Messias Meishu-Sama começaram a dar a esse jovem as condições para que possa cumprir sua missão. Sendo sincero na sua dedicação, dando continuidade nas práticas básicas da fé, mesmo ao passar por purificações, sua vida vai progredir cada vez mais. Acho que essa experiência é uma boa oportunidade para cada um de nós fazer uma profunda reflexão.

De onde o Messias Meishu-Sama me tirou?

Será que estou a agradecer à altura?

Será que estou a me empenhar na prática diária do Johrei, sendo pioneiro da felicidade das pessoas?

Gostaria de reflectir sobre esses pontos junto com os senhores. O aumento da luz acelera a purificação, por isso vamos acelerar o acúmulo de virtudes através da prática do Johrei e da dedicação.

Muito obrigado a todos e boa missão!