Chamo-me Doroteia de Jacinto Correia, IMG_5063tenho 22 anos de idade, sou missionária e dedico como assistente do grupo terra do Johrei Center do Rocha Pinto.

​Conheci a I.M.M.A em 1998, por intermédio de meu pai Ângelo Correia, membro da Igreja.

​Os motivos que estiveram na base do meu encaminhamento foram: doenças, dificuldades financeiras e os conflitos conjugais de meus Pais. Dificuldades essas que só foram ultrapassadas após o ingresso na fé Messiânica.

​A experiência de fé que passo a compartilhar com os senhores está relacionada com a obediência no cumprimento das orientações recebidas dos nossos superiores e a dedicação no local de serviço.

​Terminei o ensino médio no ano de 2015 mas tive muitas dificuldades para ingressar à universidade, devido as dificuldades financeiras consequentes de meu desemprego. Também, sentia que não fosse justo pedir ou exigir que meu Pai pagasse os meus estudos, pois tenho irmãos pequenos que estão sob sua responsabilidade.

​Em Julho de 2016 tive a permissão de participar de um encontro com o Ministro coordenador do grupo jovem que teve lugar na Sede Central de África. Na ocasião o Ministro orientou-nos que sendo nosso compromisso, precisamos aprofundar na implementação das hortas nas casas de todas as pessoas com quem temos afinidade, tendo como objectivo maior, expandir esta coluna da salvação a toda sociedade.

​Recebi a orientação com gratidão e graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama com a ajuda do Líder do grupo jovem da região, começamos a colocar a orientação em prática actuando em diferentes unidades da região.

​No fim das dedicações tive a permissão de ouvir varias de experiências vivenciadas pelos outros participantes. Grandes mudanças em suas vidas que eram relatadas em sinal de gratidão a Meishu-Sama.

Sempre que ouvisse um jovem a partilhar as mudanças ocorridas na sua vida, fruto dessa dedicação, sentia-me motivada a continuar e aprofundar cada vez mais na orientação.

​Até que um dia, ao regressar da mesma dedicação, meu pai informou-me que, falou com uma senhora sobre a minha situação de desemprego. Esta Senhora pediu que eu fosse falar com ela pois ela estava a precisar de alguém para empregar. No dia seguinte fui ao encontro da senhora e neste mesmo dia fiz a entrevista e graças a Deus fui aprovada. E tive a permissão de começar ja a trabalhar. Para agradecer essa mudança materializei um donativo de gratidão especial.

​Trabalho num infantário e nossa missão é cuidar de crianças das várias faxas etárias. Depois de um tempo de trabalho, tomei conhecimento que muitas das crianças sob os nossos cuidados sofrem de doenças e outras dificuldades. Sendo assim em colaboração com outra colega também messiânica, tomamos a decisão de passar a ministrar Johrei passar a Ler os ensinamentos para as crianças de nossa sala na hora da Sexta. Mais ainda, passamos a ornamentar os compartimentos do infantário com flores de luz e a oferecer aos colegas também. Graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama, com essa prática começamos a notar certas mudanças no local de trabalho que com a permissão dos Senhores gostaria de relatar os casos acompanhados e as experiências vivenciadas.

​1º Recebemos a informação de uma das mães que sua filha de três anos de idade que frequenta o infantário, tem ataques de nervosismo, o que a deixa muito agressiva com as outras crianças. Nesses momentos a criança tinha muita febre. Assim e mais uma colega que também é messiânica, decidimos durante o período de descanso, passar a ministrar-lhe Johrei, fazendo também a leitura dos ensinamentos de Meishu-Sama e graças a Deus essa situação da menina ficou completamente ultrapassada. Em casa, os pais que conseguiram notar a mudança da menina ficaram muito admirados.

​2º Um outro menino de dois anos de idade, sofria de gripe e por causa dessa situação sempre que dormisse tinha muitas dificuldades em respirar. A sua mãe informou-nos que por causa desta doença o médico havia marcado uma cirurgia, mas que a mesma só seria feita quando o menino atingisse os 4 anos de idade. Passamos a assistir o menino com Johrei e a ler os ensinamento para ele e graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama, o estado de saúde do menino tem vindo a melhorar significativamente.

​Vendo essas mudanças ocorridas com as crianças, uma colega do serviço de outra Religião, despertou e tem pedido Johrei nas horas livres. Graças a Deus, ela tem relatado as mudanças que estão a ocorrer em sua vida. Ela relatou que, sofre de gastrite a já a bastante tempo e para solucionar o problema vem fazendo vários tratamentos Hospitalares como a lavagem do estômago, mas não tem obteve êxitos. Depois que passou a receber Johrei e levar a flor de luz para casa, começou a registar mudanças significativas e já manifestou o desejo de conhecer a nossa Igreja.

​Pela graça de Deus e do Messias Meishu-Sama, o meu trabalho tem corrido bem e ganhei a permissão de ascender ao quadro de honra dos funcionários exemplares. Graças a isso ganhei um aumento salarial o que possibilitou-me voltar aos estudos numa faculdade privada.

​Aprendi que, quando recebemos as orientações dos nossos superiores devemos com obediência coloca-las em prática, pois é cumprindo com essas orientações que abrimos caminho para a felicidade.

​Como gratidão por essas e outras mudanças que ocorreram na minha vida, comprometo-me em empenhar-me cada vez mais no servir para fazer feliz o maior numero de pessoas, encaminhado-as para o Messias Meishu-Sama e juntos conquistar a permissão de participar na construção de um Mundo Melhor.

​Por permissão de Deus e do Messias Meishu-Sama encaminhei 30 pessoas a Igreja, cuido de uma casa de frequentador com 4 pessoas. Faço o dízimo, o donativo de construção, tenho a horta caseira e peregrino aos locais de maior luz.

​Agradeço a Deus, Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados, pela permissão de conhecer esse maravilhoso caminho da salvação.

​Aos Ministros, Missionários, Membros, frequentadores e a todos que, atentamente ouviram o meu relato os meus sinceros agradecimentos.

​Muito obrigada!

Luanda, 25 de Março de 2017