Chamo-me Milena Carmen Lourenço Paulo,  Milenatenho 19 anos de idade. Resido no bairro Sapú. Sou pré-seminarista e dedico como encarregada do Grupo Terra do Johrei Center Sapú Sinha Moça.

Conheci a IMMA em 2007, por intermédio da Irmã Domingas, frequentadora da nossa Igreja. O motivo que me levou a conhecer a Igreja Messiânica Mundial foi curiosidade, pois tinha apenas 9 anos de idade. A minha vizinha, que tinha 7 anos de idade, pediu-me para acompanhá-la a casa de seu tio, que era responsável de uma unidade religiosa que funcionava em sua casa. Naquele local, fui atendida pelo plantonista que escutou-me com atenção e orientou o seguinte:

  1. Receber Johrei diariamente;
  2. Manter a flor de luz em casa;
  3. Encaminhar pessoas a igreja;
  4. Peregrinar aos locais de maior luz da igreja.

Tive dificuldade em frequentar a igreja e cumprir a orientação recebida, uma vez que os familiares não frequentavam a mesma. Mas, com a minha vontade de querer aprender e aprofundar no recebimento de Johrei, continuei a frequentar a unidade.

Após 3 semanas de recebimento de Johrei, percebi que uma dor de dente, que me acompanhava há 2 anos, sumiu. Foi assim que ganhei a convicção para servir à Meishu-Sama, mesmo minha mãe dizendo que era uma igreja falsa e dos feiticeiros, proibindo-me de frequentar a igreja.

Encaminhei a minha mãe após uma forte purificação de saúde, através da qual quase morreu. Assim, iniciei o encaminhamento da minha família, com excepção do meu pai.

Para melhor cumprir minha missão, tornei-me membro em 11 de Dezembro de 2007. Sendo a primeira pessoa da minha família a ter a permissão de receber o sagrado Ohikari.

Minha mãe e duas de minhas irmãs tornaram-se membros em 2008. Actualmente, uma de minhas irmãs é vice-responsável de unidade religiosa.

No dia 14 de Setembro de 2013, acordei as 5 horas para participar de uma campanha de limpeza, que iniciaria as 6 horas. Pelo caminho, o membro que me acompanhava pisou um ferro e o seu calçado estragou-se. Como tínhamos a forte vontade de dedicar, continuamos a caminhada. Ao atravessar a estrada, o irmão passou primeiro. Na minha vez, fui surpreendida por um carro que atingiu-me na região da coluna e empurrou-me para o outro lado da estrada. Eu estava estendida no chão, devido a forte pancada e ouvia vozes a dizer:

– “Ela está morta! Ela está morta!”

Não tardou alguns minutos, abri os olhos, levantei-me e falei que precisava fazer o donativo para agradecer e podermos continuar o nosso caminho. As pessoas que estavam ao redor, não acreditavam no milagre que estavam a presenciar.

Chegando ao local da limpeza, explicamos o ocorrido aos ministros. Recebi bastante Johrei e fiz o donativo de gratidão, em seguida comecei a dedicação. Encontro-me até hoje com boa saúde. Quando nos entregamos à Obra Divina, recebemos protecção do Messias Meishu-Sama e de nossos antepassados. A partir deste acontecimento, decidi entregar a minha vida ao servir a Obra Divina através do Seminário Sacerdotal.

A experiência de fé que passo a relatar está relacionada com a prática da orientação de Kyoshu-Sama (Palavras de Luz, Nosso juramento e Palavras de Oração) e a Prática do Sonen.

No mês de Julho, certo dia, meu pai me ligou a chorar porque estava a passar por uma forte purificação nas pernas. Havia tropeçado em um ferro. O calçado abriu-se e não conseguia andar devidamente. Eu, minha mãe e minha irmã, que estávamos em casa, fizemos as Palavras de Luz, Nosso juramento e Palavras de Oração e a Prática do Sonen. Ao terminarmos, peguei logo o telefone com sonen positivo, centralizado no Messias Meishu-Sama e, enviei a seguinte mensagem ao meu pai:

– “Boa noite pai. Eu sei que o Supremo Deus e o Messias Meishu-Sama dar-te-ão a graça de melhorares. Não te preocupes!”

No dia seguinte, o meu pai chegou em casa, abraçou-me a chorar e disse:

– “Muito obrigado por aquela mensagem! Depois que li a tua mensagem, a dor passou completamente.

Algo que espantou os seus colegas que perguntaram-lhe:

– “Como pode?”

Meu pai respondeu:

– “Minha filha me enviou esta mensagem. São da Igreja Messiânica.”

Meu pai não frequentava a igreja. Com essa experiência vivenciada, passou a frequentar a nossa igreja, tem o folheto com as Palavras de Luz, Nosso juramento e Palavras de Oração. Faço oração as 4 horas da manhã. Todos os dias, meu pai passou a fazer também oração as

5 horas, tanto em casa, quanto no local de trabalho.

Mudanças Ocorridas

  1. Um colega do meu pai estava a purificar. Ao ver a situação, meu pai pegou o folheto com as orações e, juntos, fizeram as palavras orientadas por Kyoshu-Sama e a prática do sonen. Ao terminarem, o colega alegou que já sentia-se bem. Pediu o folheto das orações para passar a fazer em sua casa;
  2. Eu estava devendo 5 meses de propinas da escola, o meu pai conseguia dinheiro mas não pagava. Graças a Deus e ao Messias, conseguimos saldar as dívidas;
  3. Meu pai passou a fazer sempre as orações no seu local de trabalho. Havia um chefe que não gostava dele, pois se sentia ameaçado por meu pai ter experiência de mais de 30 anos na polícia e melhor formação académica. Por este motivo, o tinha rebaixado de cargo. Com esta purificação, meu pai intensificou as orações. Repentinamente, recebeu uma transferência. Seu novo chefe ficou admirado com suas qualificações e logo foi recolocado em seu cargo de inspector de polícia, ganhando mais tarefas. Todos os relatórios precisam passar por meu pai antes de chegar ao seu chefe. Tem direito ao almoço e não pode faltar saldo em seu telemóvel;
  4. Meu pai já faz donativo diário, dízimo e donativo de construção e continua a difusão, mesmo como frequentador, em seu local de trabalho, onde está a ocorrer muitos milagres. Uma senhora que estava com uma grave purificação nas pernas, após receber as orações e prática do sonen, começou a praticá-las. Melhorou muito e interessou-se a frequentar a igreja;
  5. No lar, a mudança de meu pai foi percebida até por outros familiares, que ficaram muito admirados por ele estar a frequentar uma igreja. Com a prática das orações, do sonen e do recebimento de Johrei, modificou o seu comportamento em casa. Preocupa-se mais com a família, apoiando financeiramente, o que não ocorria antes.

Aprendizado

Aprendi que a oração tem muito poder. Na fé, tudo começa e termina com a oração. A prática da orientação de Kyoshu-Sama (Palavras de Luz, Nosso Juramento e Palavras de Oração e Prática do Sonen) traz a verdadeira mudança no nosso interior.

Compromisso

Meu compromisso é de empenhar-me na dor e no sofrimento de outras pessoas. Encaminhei mais de 40 pessoas, dos quais 7 tornaram-se membros. Faço o dízimo, donativo de construção e diário. Cuido de 3 casas de membros e de 2 casas de frequentadores.

Aos ministros, responsáveis, membros e frequentadores muito obrigada!