Mensagem de Ano Novo de Kyoshu-Sama

1° de Janeiro de 2018

    Envolto no amor e graça de Deus, a Ele agradeço por estarmos iniciando esse glorioso ano como humildes servidores de Deus, que realiza o trabalho de CriaçãoIMG_0482 incessantemente. Com fé e esperança em Deus, e junto a todos e a tudo, eu gostaria de externar a Deus e a Meishu-Sama meus mais sinceros votos de um feliz ano novo.
Feliz Ano Novo!

    Com profundo respeito e temor a Deus, eu digo que Deus vive dentro de nós.
A Consciência de Deus é a fonte de todas as consciências; Meishu-Sama a denominou “Consciência Universal”. A Vontade Divina impregnada na Consciência Universal é de que Deus conceba Seus próprios filhos. Com esse propósito, Deus preparou o Paraíso antes de iniciar o Seu trabalho de Criação do mundo visível. Nesse Paraíso, Deus concebeu os espíritos de todas as coisas, assim como os espíritos dos seres humanos, destinados a se tornarem filhos de Deus. A cada um desses espíritos humanos foi dado o nome Messias, e foi através dos espíritos de Messias que Deus criou tudo o que existe no Universo.
Portanto, todas as coisas do Universo e todos nós, seres humanos, somos um só, unidos sob o nome Messias. Nós estávamos ligados a todas as coisas antes da Criação do Universo e estamos unos a elas neste exacto momento.
Todas as coisas do Universo, incluindo nossas faculdades mentais e sensoriais e todas a células de nosso corpo, servem, escutam e seguem obedientemente a Vontade Divina para que nos tornemos filhos de Deus. Sem todas as coisas do Universo nós não podemos nos tornar filhos de Deus. O propósito da Criação de Deus é fazer com que nos tornemos filhos de Deus.

    Com o início deste Ano Novo, eu gostaria de me entregar inteiramente, de corpo e alma, a Deus, reconhecendo que Ele utiliza todas as coisas do Universo, incluindo eu mesmo, como uma só unidade, e que a Vontade Divina se estende a todas as coisas, incluindo eu próprio.

    Deus é eterno e está vivo. Ele vive e trabalha dentro de nós e dentro de todas as coisas. À medida que envelhecemos, nosso corpo gradualmente enfraquece e eventualmente perece. Porém, o nosso verdadeiro corpo não é o corpo físico que está destinado a morrer. A cada um de nós foi concedido um “corpo espiritual”, que é a alma, a vida e a consciência de Deus. Dentro de nós existe a alma de Deus – um glorioso corpo espiritual que está vivo em nosso interior.
Esse corpo espiritual que cada um de nós possui é o nosso verdadeiro corpo, nossa verdadeira individualidade e nosso verdadeiro “eu”. Até hoje, nós só viemos valorizando o “eu” da nossa individualidade física. Eu acredito que viemos ignorando e desrespeitando o nosso verdadeiro “eu” – o “eu” de Deus que existe em nosso interior. O “eu” da nossa individualidade física precisa retornar ao Paraíso e se tornar uno ao “eu” de Deus. O “eu” da nossa personalidade física um dia perecerá. Porém, se ele se fundir ao “eu” do Deus vivo e eterno, seremos capazes de nos unir à eternidade e nascer de novo como verdadeiros filhos de Deus.
Meishu-Sama conseguiu fazer isso. Ele conseguiu se tornar uno ao “eu” de Deus e nascer de novo como Seu verdadeiro filho, um Messias. Como fiéis de Meishu-Sama, precisamos seguir seus passos e nos tornar unos ao “eu” de Deus que existe em nosso interior. É por isso que precisamos acreditar no nome Messias – é através desse nome sagrado que Deus nos perdoa, salva e nos acolhe em Seu Paraíso. É através desse nome sagrado que Deus nos cria e educa para que obtenhamos a vida eterna.
“Salvação” significa acreditar no perdão de Deus e encontrar nosso verdadeiro “eu” – o nosso verdadeiro Pai que está no Paraíso. “Construir o Paraíso Terrestre” significa, para nós que vivemos na Terra, nos esforçar conscientemente para retornar ao Paraíso em nome do Messias, nos tornar unos a Deus e construir o Paraíso de Deus em nosso interior. Anunciar essa verdade para o maior número possível de pessoas é a forma de podermos participar da “salvação da humanidade”, ensinada por Meishu-Sama.

    Em um de seus salmos, Meishu-Sama escreveu:

Que alegria!

A Luz de Deus agora brilha gloriosamente!

As trevas de todo o mundo

Desapareceram por completo!

    A Luz de Deus já brilhou em tudo e alcançou a parte mais profunda e sombria do coração de cada um de nós.

    Essa Luz tem o poder de perdoar e salvar. Nós temos a tendência de pensar que o perdão de Deus é dirigido somente à nossa natureza má. No entanto, a Luz da salvação de Deus brilha tanto nas coisas que consideramos boas como naquelas que consideramos más, ao mesmo tempo. Os olhos de Deus acompanham tudo o que fazemos e pensamos. Deus nos vigia, não para julgar se somos bons ou maus, mas sim para acolher tudo em seu Paraíso e trazer a salvação a todos.
Não precisamos esconder nada de Deus. Independentemente do que os senhores pensarem, sejam pensamentos positivos ou negativos, e do que fizerem, sejam boas ou más ações, falem para Deus: “Eu Lhe agradeço por Seus olhos acompanharem tudo o que eu faço e penso! Em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama, eu me entrego inteiramente, de corpo e alma, ao Senhor, como uma pessoa que já foi perdoada e salva. Por favor, me utilize conforme a Sua vontade!”
É precisamente nos momentos em que nos deparamos com situações ou pessoas difíceis que Deus está tentando se comunicar conosco. Através de nossas dificuldades diárias, Deus quer que percebamos que nosso julgamento e ponto de vista a respeito de uma situação ou de uma pessoa são limitados e egocêntricos. Portanto, antes de julgar qualquer coisa devemos conversar com Deus e dizer: “Do meu ponto de vista, eu acho que essa situação ou pessoa parecem ser assim e assim. Mas Deus, como o Senhor vê isso? Eu quero servir ao Senhor e não a mim mesmo. Portanto, por favor utilize os meus olhos como Seus, meus ouvidos como Seus, meus pensamentos como Seus, e me ensine a julgar conforme o Seu verdadeiro julgamento”. Deus está vivo dentro de nós a todo instante, se comunicando conosco e ouvindo as palavras que dirigimos a Ele.

    Deus é o nosso verdadeiro Pai. Ele sempre nos apoia sem jamais falhar. Por muito tempo nós, a humanidade, ignoramos esse Deus verdadeiro. Isso mesmo. Pensávamos e falávamos: “nós conhecemos Deus”, “nós acreditamos em Deus” e “nós servimos a Deus”, mas eu sinto que viemos criando uma imagem de Deus que era conveniente para nós.
Tudo pertence a Deus. No entanto, será que não furtamos de Deus coisas como “gratidão”, “amor” e “boas ações” e forçamos nós mesmos ou outras pessoas a “agradecer aos outros”, “amar o próximo” e “praticar boas acções”? Será que não furtamos de Deus expressões como “Paraíso Terrestre” e “salvação” e as viemos usando para expressar nossos próprios pensamentos, ao invés dos pensamentos de Deus? Será que não furtamos de Deus todas essas coisas que pertencem a Deus e, de acordo com a nossa conveniência, as utilizamos como se fossem nossas, para promover e comunicar nossa própria vontade e objectivo, ao invés da Vontade e Objectivo de Deus?
Apesar disso, Deus não quer condenar-nos por termos furtado coisas que pertencem a Ele. Ele está a nos dizer que nos perdoou por tudo o que fizemos, estamos a fazer e pelo que faremos. Portanto, em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama, vamos nos arrepender e desejar sinceramente encontrar o verdadeiro Deus, cujo amor não tem limites.
Como eu sempre digo, a Vontade e Objectivo de Deus são um só: fazer com que nasçamos de novo como Seus filhos, como Seus Messias. Esta é a missão de Deus. Isso quer dizer que esta é a nossa missão também. Não tenham dúvidas quanto a isso. Sempre falamos que “nossa missão é construir um Paraíso na Terra”. Porém, como pode a Terra se tornar um Paraíso se nos esquecemos da missão de Deus? Como poderá qualquer pessoa alcançar a verdadeira felicidade sem se tornar ciente de sua verdadeira missão de se tornar um filho de Deus, um Messias?
Na verdade, nós, a humanidade, nos esquecemos da missão determinada por Deus. No entanto, Meishu-Sama, através de sua vida dirigida por Deus, nos ensinou que nossa missão é nos tornar filhos de Deus. Foi por isso que Meishu-Sama declarou, um ano antes de falecer, que Ele havia nascido de novo como um Messias. Não seria esse o ensinamento mais importante que Meishu-Sama nos deixou? Será que não é isso que precisamos objectivar se nos consideramos fiéis de Meishu-Sama?
Quão felizes somos nós que tomamos conhecimento da missão de Deus através de Meishu-Sama! Conhecer o nosso verdadeiro Deus, o nosso verdadeiro Pai, e saber que podemos ser Seus filhos – se isso não é a salvação, o que seria então? Nós estávamos perdidos e havíamos esquecido quem éramos e aonde estávamos indo. Porém, Meishu-Sama veio a este mundo com a Luz de Deus e iluminou o caminho que precisamos seguir – o caminho do renascimento como filho de Deus.
Em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama, vamos despertar para a missão de Deus! Vamos retornar ao Paraíso como pessoas que foram perdoadas e salvas! E vamos servir na nova obra de Deus!
Deus está agora renovando todas as coisas e fazendo com que nasçamos de novo como Seus filhos. Eu, junto a todas as coisas, todos os ancestrais, todos os senhores e todos aqueles que ainda nascerão na Terra, gostaria de oferecer meu mais sincero louvor a Deus, que governa, sustenta e alcança tudo.
Que Deus e o nome Messias sejam louvados para todo o sempre.