Chamo-me Francisco Jaime Mambuque, 28535455_2083672031650614_716490544_ntenho 63 anos de idade e sou Membro da igreja desde 2005, encaminhado por uma criança que estava na companhia da mãe, no hospital.

O motivo que me levou a conhecer a igreja foi doença, pois no dia 13 de Janeiro de 2003, tive um AVC que paralisou-me o lado esquerdo do corpo, a boca virou para o mesmo lado e babava muita saliva com sangue. Para resolver o problema, fui à hospitais e fiz tratamentos de acupunctura, prescreveram-me medicamentos e passei a tomar 126 comprimidos pela manhã e mais 126 à noite, totalizando 252 comprimidos diários, mas foi tudo em vão. Foi assim que, certa vez, após a fisioterapia, uma criança veio oferecer-me uma flor no hospital, por orientaçãcao da mãe. Esta última, veio ter comigo, explicou sobre a flor e convidou-me à Igreja, tendo de seguida relatado o milagre de recuperação da filha, pois esta foi curada de uma paralisia da cintura para baixo. Fiquei admirado, pois a criança caminhou até ao local onde estava e ofereceu-me a flor. Assim, decidi procurar a Igreja.

Com a graça do Supremo Deus e do Messias Meishu-Sama, cumprindo, com obediência, as orientações recebidas, em uma semana, tive diarréias, eliminei fezes pretas com um odor horrível que incomodava a todos em casa. Fui orientado a agradecer e a aprofundar nas práticas básicas da fé. Assim o fiz. Na semana seguinte, comecei a recuperar a fala e as dores que sentia do lado esquerdo passaram por completo. Após 3 semanas, a minha boca voltou ao normal, parei de babar e fui melhorando gradativamente, à ponto de ganhar a permissão de retomar o meu exercício profissional, conseguir conduzir e realizar outras actividades.

A experiência de fé que passo a relatar está relacionada com a marcha da oração das 6 horas da manhã e com o Sorei-Saishi.

Apesar de ter recebido inúmeras graças do Supremo Deus e do Messias Meishu-Sama e orientações superiores, não havia ainda despertado em mim o interesse de participar da referida marcha. Entretanto, vinha sofrendo de dores fortes na bexiga, sempre pelas manhãs, e urinava com muita frequência. Fui ao hospital, onde os médicos diagnosticaram a infecção urinária e na próstata, que para curar, precisaria ser operado, o que me deixou assustado e preocupado.

Certa noite, sonhei que me encontrava na fila de espera numa unidade hospitalar, onde estavam pessoas vestidas de branco e logo em frente, estavam dois homens. De repente, ouvi uma voz que me dizia:

– Está a ver esses dois homens que estão em frente a si? Eles serão operados e dificilmente escaparão com vida, mas você não precisa disso. Participe da oração das 6 horas.

Despertei alarmado por volta das 4:45 horas da manhã e saí às pressas, sem nem sequer passar água no rosto. 10 minutos depois, estava na Igreja, faltando uma hora para a oração começar.

Desde então, passei a participar com frequência da oração das 6 e fiz o Sorei-Saishi da minha linhagem paterna e materna. Como resultado, comecei a vivenciar muitas graças profissional e pessoalmente.

Há mais de 4 anos que aguardava a minha promoção e reforma, mas não acontecia. Porém desde que alinhei o meu Sonen e passei a participar da oração das 6 horas, ganhei a permissão de ser promovido para 1º Adjunto Comissário (escalão de Generais) e passei para a reserva efectiva por despacho do Presidente da República, com efeitos remunerativos, o que permitiu que o meu salário fosse duplicado. Como nunca houve tal promoção, apenas eu e mais dois colegas recebemos esta graça. É uma novidade tão grande que foi até noticiado na rádio e na televisão.

Em termos de saúde, as dores intensas que sentia cessaram por completo, fiz novos exames médicos, cujos resultados mostraram que não padeço mais da infecção urinária e não será mais necessário passar por uma operação.

Por todas as graças recebidas, fiz um donativo especial de gratidão para materializar o meu sentimento de alegria e felicidade ao Messias Meishu-Sama.

Por gratidão, tenho feito constantes marchas com a minha rede de salvação, que ja é constituída de 10 pessoas e juntos, estamos a cuidar de 7 casas.

Após vivenciar todos estes milagres, arrependi-me da minha ignorância às orientações superiores e fiz um donativo de pedido de perdão ao Supremo Deus e Messias Meishu-Sama, bem como aos meus antepassados, com o compromisso de doravante, assumir uma nova postura.

Com esta experiência de fé, aprendi que é muito importante cumprir obedientemente com as orientações recebidas, pois o Messias Meishu-Sama está por detrás delas.

Ja fui cadastrado, encaminhei 36 pessoas, das quais 7 são membros e tenho a horta caseira. O meu compromisso é expandir a Luz do Messias Meishu-Sama.

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados pela força e permissão de servir a Obra Divina como instrumento de salvação.

O meu mais profundo agradecimento aos ministros e missionários pelas orientações e aos fiéis em geral.

Maputo, aos 04 de Março de 2018