Admisia Moreno da Trindade

Centro de Aprimoramento do Quilombo

 

Antes de conhecer a Igreja Messiânica, sofria com maus sonhos, dores de cabeça, no local de trabalho não conseguia realizar as tarefas,Untitled pois o corpo e a cara começavam a coçar, além disso os colegas não falavam comigo ou seja, não gostavam da minha presença.

Certa vez, os agentes de inspecção das actividades económicas durante uma inspecção, a loja onde trabalho foi encerrada. Sentindo-me perdida, pois era o local onde tirava o meu sustento, fiquei sem saber como sair daquela situação e passei a lamentar. Foi nesse estado de desespero que procurei a Igreja Messiânica. Fui orientada a receber Johrei diariamente, colocar e manter a flor de luz em casa, fazer limpeza na nave e no banheiro, dentre outras dedicações. Fui também orientada a levar uma Ikebana para o local de trabalho.

Quando fui informada pelo responsável que haveria uma dedicação na futura Sede Central em Palmar, manifestei o meu desejo de participar.

Após a dedicação, consegui algumas flores para colocá-las em minha casa e da minha mãe. Assim que coloquei as flores em casa, a minha mãe começou a sentir-se mal, o que deixou-me muito assustada. Chamei as minhas irmãs e como uma delas é médica, orientou-nos a levá-la ao hospital. Lembrando que tinha duas membros da igreja que viviam próximo, fui rapidamente chamá-las. Ministraram Johrei por mais de 30 minutos, ela recuperou. Reconheci que o problema da minha mãe não era material, mas sim espiritual.

No dia seguinte, fui a unidade com um donativo, contei o sucedido ao responsável, este me acompanhou-me ao altar, oramos e entregamos tudo nas mãos de Deus e Meishu-Sama. Ao vivenciar essa experiência, ganhei força para continuar a dedicar com mais afinco. O Ministro orientou sobre a importância de nos tornarmos membros para melhor servir a Obra Divina, posteriormente o responsável realizou uma aula para frequentadores e candidatos a Outorga, tendo falado sobre o Johrei e quão importante é o Ohikari que nos permite canalizar o Johrei. Como tive a permissão de participar destas aulas, despertei e tomei a firme decisão de também me tornar membro para fazer feliz os outros. Comuniquei ao responsável o meu desejo, como não tinha condições para materializar o  donativo de outorga, orientou-me a participar na oração do desafio matinal as 6 horas. Ao colocar em prática essa orientação, comecei a enfrentar dificuldades em casa e falta de dinheiro para o transporte. Relatando a situação ao meu orientador, este me orientou a participar no Núcleo de Johrei da Trindade e mesmo enfrentando tais dificuldades, não deixava de cumprir com o meu compromisso.

Graças a esse empenho, no dia 1 de Setembro, fui outorgada para melhor servir a Obra Divina. Após ser outorgada, comecei a vivenciar milagres que passo a relatar algumas:

  1.  A loja que foi encerrada, passado algum tempo, foi reaberta e funciona normalmente;
  2. Meu irmão bebia muito, o que não agradava a nossa mãe. Após tornar-me membro, no dia seguinte, ao voltar da dedicação, encontrei a minha mãe ralhando ele e ameaçando colocá-lo fora de casa. Ao deparar-me com aquela situação, acalmei a minha mãe, pedi ao meu irmão para se sentar e ministrei-lhe Johrei. Quando terminei, o mesmo saiu e foi passear, quando regressou, pensamos que tinha bebido, mas naquele dia disse que não bebeu e não tinha vontade de o fazer. No dia seguinte, dei-lhe dinheiro para cortar o cabelo, tomou banho e quando a nossa mãe o viu com aquele aspecto, sentiu-se feliz com a sua mudança. Ele que não trabalhava, conseguiu fazer alguns biscates e de regresso a casa, trouxe uma certa quantia e ofereceu para fazer um donativo para agradecer a Deus. Hoje, ele já não é mais um motivo de desconforto para a nossa mãe.
  3. Com a prática da fé no seio da família, fazendo prática do sonen, oração e ministração do Johrei, consegui encaminhar a minha família para participar do Culto Dominical do dia 9.

Ganhei a convicção que Meishu-Sama é o Messias e que o Johrei é capaz de mudar o destino do homem.

Comprometo-me a me esforçar para servir a Deus e a Meishu-Sama nessa grande Obra de Salvação, encaminhando novas pessoas e principalmente a minha mãe e o meu irmão para eles sentirem a mesma felicidade que hoje sinto.

Agradeço a Deus e Meishu-Sama, pela permissão que me concederam para participar desta Obra, junto com os meus antepassados.

 Muito obrigada.