Chamo-me Eleutéria Quaresma do Nascimento, Untitledtenho 60 anos de idade, sou frequentadora e resido em S. Gabriel – S.Tomé.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial de S.Tomé e Príncipe no dia 13 de Maio do ano 2018, encaminhada pelo meu primo, missionário Antero Viléla que reside em Angola.

Os motivos que me levaram a conhecer a igreja foram conflito e doença. Os conflitos foram motivados pelo desentendimento na partilha da herança deixada pelo meu pai.

Quanto a doença, sofria de inflamação seguida de dores na garganta quando comia alguma coisa quente, durante pouco mais de 10 anos. Mesmo tendo feito várias consultas, ingerindo vários medicamentos, não conseguia melhorias, mesmo orando fervorosamente na igreja que frequentava, nada dava certo, mas sim piorava a cada dia que passava, aumentando o meu sofrimento. Ainda com relação a doença, sofria com um mal no pé esquerdo propriamente no tornozelo com dores e picadela constantes durante 2 anos e mesmo com banhos de folhas, pomadas nada dava certo.

Foi nessa aflição, que o missionário Vilela, ao chegar em S.Tomé e tomar conhecimento da minha situação, começou a ministrar-me Johrei em casa e encaminhou-me à Igreja a fim de agradecer a Deus e Meishu-Sama pela permissão de receber Johrei.

Na igreja, fui orientada a receber

  • 10 Johrei por dia,
  • manter a flor natural em casa,
  • fazer limpeza na nave,
  • assistir os cultos e,
  • cultuar os antepassados.

A partir desse dia, passei a frequentar diariamente o centro de aprimoramento de Quilombo e aprofundar nestas orientações. Semanas depois, purifiquei com febres, dores em todo corpo e na garganta. Mesmo passando por essa purifcaçao, esforçava-me para receber Johrei todos os dias e fazer outras tarefas.

Com esse empenho, paulatinamente as febres e as dores foram amenizando, com as melhorias alcançadas, despertei para manifestar a minha gratidão a Deus, materializando donativo pelas graças recebidas.

Ao participar num culto, tive a feliz permissão de ouvir do palestrante a orientação de cada um assumir o compromisso de encaminhar pelo menos uma pessoa para participar do Culto Mensal de Gratidão do mês de Agosto.

Quando o responsável foi fazer a oração em minha casa, pedi ao mesmo para irmos à casa da minha irmã e da minha mãe fazer oração. Posto lá, oramos e fizemos vivencia em casa colocando flores em todos compartimentos da casa, e ministrou-se Johrei a todos que estavam presentes.

Foi a partir dessa assistência que nasceu em mim a vontade de colocar na pratica a orientação do superior e no dia seguinte, convidei a minha irmã, minha mãe e minha sobrinha para assistirem o culto. Pela graça de Deus as mesmas compareceram. Muito feliz apresentei- as ao Ministro dizendo:

O senhor orientou para trazer uma pessoa, eu trouxe 3.

Desde aquele dia, encaminho pessoas a igreja, que totalizam 6 pessoas até o momento.

Graças recebidas:

  •  A dor de garganta que me causava muito sofrimento sumiu por completo e já consigo comer de tudo sem restrição.  As dores e picadelas no tornozelo esquerdo melhoraram ou seja, já não sinto nada. Já cuido de mim e a vontade de viver retornou ao meu convívio do dia a dia.
  • A situação de saúde da minha mãe e da minha irmã está a melhorar a cada dia que passa e para continuam a frequentar a igreja.
  • A minha sobrinha que não comia e pegava na comida que lhe dava escondia atrás da geleira, com recebimento de Johrei esse mal foi ultrapassado e já está a comer naturalmente. Graças a Deus e Meishu-Sama ela foi a minha parceira no cumprimento da tarefa de distribuir as 100 flores de luz como preparação para o Culto às Almas dos nossos Antepassados, tanto na preparação como distribuição.

Também ganhei a permissão de dedicar no Sanguetsu, ligado a preparação e distribuição das flores, tendo a permissão de levar a luz aos antepassados das outras pessoas.

Já peregrinei aos locais de maior luz como o Polo

Agrícola de Milagrosa e Sede Central do Palmar onde dediquei com sentimento de levar Luz aos meus ancestrais e antepassados.

Como gratidão, ofereci a Deus e Messias Meishu-Sama uma parte do meu quintal para plantio de flor e já materializei o meu donativo de ingresso na fé a fim de qualificar-me para tornar-me membro e servir a Deus e Meishu-Sama levando a luz do Johrei para as pessoas que estão a sofrer.

Aprendi que, quando somos úteis a Deus, somos igualmente abençoados por Ele.

Agradeço a Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados por me terem mostrado este maravilhoso caminho de salvação.

Muito obrigado.