Chamo-me Messiana Helena Pires António, IMG_0333tenho 16 anos de idade, dedico como monitora do Criançafrica, da unidade supracitada.

            A experiência de fé que passo a relatar está a relacionada ao cumprimento das orientações.

Terminei as provas finais com recurso em duas disciplinas. Fiz as provas mas apenas eliminei uma cadeira. Mas como é regra, uma disciplina não dá reprovação, apenas a obrigação de fazer cadeira em atraso. Mas, em Dezembro do ano passado, quando fui buscar o boletim de notas, verifiquei que tinha reprovado.

Quase desmaiei ao ver o resultado. Bastante abalada, fui ao Johrei Center fiz um donativo especial de gratidão e em seguida fui buscar orientação com o encarregado dos jovens da minha unidade.

O encarregado orientou-me a fazer uma lista de oração com o nome dos meus pais, do responsável da unidade, professores da minha escola e colegas que tiveram dificuldades durante o ano lectivo. Às 19 horas, orei um Amatsu-Norito, para cada nome da lista, li Ensinamento durante 40 minutos e dediquei nos banheiros de casa.

Na manhã seguinte, fiz oração, materializei um  donativo e fui para a escola com a minha mãe, pedimos para falar com o Director Pedagógico, que é uma pessoa muito rigorosa e o mesmo não queria receber-nos. Fiquei assustada e com medo de que o meu problema não seria resolvido. Então, comecei a orar interiormente, com isso o Director aceitou falar com a minha mãe, que conseguiu esclarecer os possíveis motivos da minha reprovação. O que aconteceu é que o professor da disciplina que fiz o recurso, esqueceu-se de lançar a nota, por outro lado, por razões de saúde, fui dispensada das aulas de Educação Física, mas esqueceram-se de atribuir-me uma nota administrativa o que perfazia 3 disciplinas por eliminar. Mas tudo ficou tudo esclarecido e felizmente, aprovei de classe.

Comprometo-me a me esforçar mais no cumprimento das orientações e no encaminhamento de outras pessoas.

Como gratidão pelas constantes bênçãos e proteção, distribuo flores no meu bairro e ministro Johrei.

Agradeço à Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados por me permitirem fazer parte desta família messiânica.

Meus agradecimentos são extensivos aos ministros, membros e frequentadores que têm contribuído para o meu crescimento espiritual. E, em especial os meus pais.

Muito obrigada.