A Ikebana é, em princípio, a arte de arranjar flores, ramos e galhos naturais em uma composição que lhes evidencie a beleza. Expressão artística desenvolvida ao longo dos séculos, leva o praticante à harmonia interior, além de purificar o ambiente e criar uma atmosfera de paz, harmonia e beleza.

A Ikebana é uma arte simples que qualquer pessoa pode desenvolver, pois independe do dom artístico, das condições financeiras e da complexidade técnica. Através da ikebana é possível ornamentar com flores qualquer lugar onde haja pessoas.

IMG_1743[1]-siteEntre uma infinidade de estilos de Ikebana, o Sanguetsu foi idealizado por Mokiti Okada na década de 40, defendendo a simplicidade, o respeito à natureza e a expressão do sentimento sincero na vivificação floral. A Ikebana Sanguetsu enaltece a beleza natural das flores em sua forma mais pura, cultivando e elevando, de forma natural, a sensibilidade estética de quem pratica ou aprecia esta arte.

A flor tem sentimento. Por isso, deve-se conservar o seu aspecto natural. É bom preservar a vivificação da flor e usar pouco material. É preciso vivificar com alegria, como se estivéssemos pintando um quadro.

Mokiti Okada

A Academia de Ikebana Sanguetsu foi fundada em 1972 por Itsuki Okada, filha de Mokiti Okada. A Academia está estabelecida em todos os continentes e hoje já formou milhares de pessoas de várias nações.

Cursos

Os cursos de Ikebana são relizados nos Centros de Aprimoramento da Igreja Messiânica Mundial, em escolas, locais públicos, locais privados e outros. Os cursos, compostos do nível básico ao avançado, são ministrados por professoras (es) de Ikebana que tiveram a sua graduação reconhecida pela Academia de Ikebana Sanguetsu.

Exposições

As exposições, realizadas para apresentar as Ikebanas feitas pelos alunos, são abertas e gratuitas. O objectivo é possibilitar ao público visitante a contemplação da beleza das Ikebanas e promover um bem-estar espiritual e mental.

A beleza da flor10968321_10205108954677605_123659546059659096_n

A beleza da flor,
Quando a fixo compenetrado
Volto a sentir
Quão profundas são
As bençãos de Deus.

Conheci a alegria do mundo
Ao adornar minha sala
com a camélia que floresceu
No Jardim

Aqueles que têm
O desejo ardente de se igualar
À Beleza das flores,
Possuem corações,
Que a elas se assemelham

Mokiti Okada

This post is also available in: Inglês, Francês